Consultores

António Martins da Silva

Médico no Hospital de Santo António e Professor Catedrático de Fisiologia Humana na Universidade do Porto. Investigador no ICBAS – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, membro da comissão executiva da Federação Europeia de Neurofisiologia Clínica, e coordenador do Serviço de Neurofisiologia do Hospital de Santo António Hospital/Centro Hospitalar do Porto. A sua investigação centra-se em vários campos da Neurofisiologia, nomeadamente: função cerebral na doença e na saúde, epilepsia e sono, e qualidade de vida em distúrbios neurológicos crónicos. Algumas das suas publicações recentes incluem: (co-autor) “Posttraumatic epilepsy”, in H. Stefan and W.H. Theodore, Eds. Epilepsy, Part II – Handbook of Clinical Neurology, Cap. 35, Vol. 108 (3rd series), 2012: 585-99, Elsevier; (co-autor) “Is lower urinary tract dysfunction an early marker of Portuguese type familial amyloidotic polyneuropathy in women? – Preliminary results”, Arch. Esp. Urol. 2014; 67 (6): 557-564; e (co-autor) “Psychosocial factors as predictors of quality of life in chronic Portuguese patients”, Health Qual Life Outcomes, 2014 Jan 9; 12 (1): 3. É também Editor Associado do Seizure – European Journal of Epilepsy (Elsevier BV Publishers), e autor regular de recensões para Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry; Seizure, Revista de Neurologia; e Acta Médica Portuguesa.

Clara Crabbé Rocha

Professora catedrática aposentada da Universidade Nova de Lisboa, especialista em Literatura Portuguesa do Século XX. Doutorou-se com a dissertação Revistas Literárias do Século XX (1985) e publicou, além de vários ensaios, os seguintes livros, O Espaço Autobiográfico em Miguel Torga (1977), Os “Contos Exemplares” de Sophia de Mello Breyner (1978), O Essencial sobre Mário de Sá-Carneiro (1985), Máscaras de Narciso (1992), Miguel Torga – Fotobiografia (2000) e O Cachimbo de António Nobre e outros Ensaios (2003). Em 2004 foi professora convidada na Sorbonne. Prepara uma antologia sobre literatura e medicina.

 

Rita Charon

Rita Charon é médica geral e especialista em literatura na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, EUA. Tem uma pequena clínica de medicina geral num bairro carenciado de imigrantes em Manhattan. Dá formação a estudantes sobre a linguagem da medicina, sobre como construir relações cooperantes com os pacientes e usar a imaginação no cuidado de doentes. Ao criar o Programa em Medicina Narrativa em Columbia, em 2000, Rita Charon reuniu especialistas das humanidades e das ciências sociais e médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicanalistas, para, juntos, pensarem como o uso de histórias pode melhorar os cuidados de saúde.

O Programa, sob a sua direcção, oferece um programa educativo sólido para clínicos e formandos de muitas disciplinas e vários níveis de formação. Em 2009 foi aberto em Columbia o Mestrado de Ciência em Medicina Narrativa, atraindo tanto clínicos em todos os estágios da carreira como escritores, poetas, humanistas, jornalistas e jovens estudantes a caminho de qualquer um destes campos. Rita Charon foi laureada com uma bolsa Guggenheim, uma residência na Fundação Rockefeller em Bellagio e vários prémios de mérito de associações médicas e literárias. Ensina e publica extensivamente sobre áreas da medicina narrativa. É autora de Narrative Medicine: Honoring the Stories of Illness (2008) e co-editora de Psychoanalysis and Narrative Medicine (2008) e Stories Matter: The Role of Narrative in Medical Ethics (2002). Trabalha actualmente num volume sobre Henry James.